Garibaldi vê ‘grandes chances’ de apoio do MDB a Natália Bonavides
Natal, RN 16 de abr 2024

Garibaldi vê 'grandes chances' de apoio do MDB a Natália Bonavides

21 de fevereiro de 2024
3min
Garibaldi vê 'grandes chances' de apoio do MDB a Natália Bonavides
Natália Bonavides e Walter Alves durante encontro em Natal I Foto: reprodução redes sociais

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Durante uma entrevista de rádio nesta terça (20) com a jornalista Anna Ruth Dantas, na 94FM, o ex-ministro Garibaldi Alves Filho, falou sobre a possível parceria entre MDB e PT para lançar o nome da atual deputada federal Natália Bonavides (PT) à Prefeitura do Natal.

Há grandes chances do MDB ficar ao lado da candidatura dela. Isso não sou eu apenas, todos que conhecem Walter [Alves] sabe que ele não deixaria de reiterar o apoio à candidata que tem o apoio da governadora [Fátima Bezerra] e do PT em Natal”, comentou Garibaldi, que é pai de Walter Alves, presidente estadual do MDB e vice-governador do Rio Grande do Norte.

Imagem: reprodução redes sociais

A reunião à qual a jornalista se refere, entre Walter Alves e Natália Bonavides, foi realizada na última quinta-feira (15), na sede do MDB. O encontro, que foi divulgado tanto pelo vice-governador como pela deputada potiguar, também contou com a participação da vereadora Ana Paula (MDB), do ex-vereador e esposo de Ana Paula, Júlio Protásio, e de Adriano Gadelha. A pauta da reunião, segundo as postagens, foram ações e projetos para Natal.

“Conversa muito produtiva com o vice-governador e dirigentes dos nossos partidos. Parceria que trará muitos frutos para Natal em 2024. Simbora!”, comentou Bonavides em suas redes sociais.

Natália Bonavides ocupa o cargo de deputada federal e é pré-candidata à Prefeitura do Natal, atualmente administrada por Álvaro Dias (Republicanos), que não pode se candidatar por já ter sido reeleito para o cargo.

O 1º turno será realizado no dia 6 de outubro, de acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Já um eventual segundo turno pode ocorrer no último domingo do mês (dia 27), nas cidades com mais de 200 mil eleitores nas quais a candidata ou candidato mais votado à Prefeitura não tenha atingido a maioria absoluta, que é a metade mais um dos votos válidos, excluídos brancos e nulos. 

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.