Influenciador do MBL em Natal é conhecido por provocações
Natal, RN 24 de mai 2024

Influenciador do MBL em Natal é conhecido por provocações

18 de março de 2024
5min
Influenciador do MBL em Natal é conhecido por provocações

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

O influenciador de direita Matheus Faustino da Silva Souza, que se envolveu em uma confusão com o deputado federal Fernando Mineiro (PT) e a presidenta nacional do PT, Gleisi Hoffmann, na última sexta-feira (15) no Aeroporto de Natal, já é conhecido pelos episódios de provocações a nomes da esquerda. 

Faustino é membro do Movimento Brasil Livre (MBL) e se apresenta como pré-candidato a vereador. Na sexta, na vinda de Hoffmann ao Rio Grande do Norte para uma agenda de atividades partidárias, ele gravou a deputada e, em tom de acusação e provocação, fez perguntas sobre feminicídio. Mineiro reagiu e brigou com um membro da equipe do youtuber.

Nas redes sociais, Gleisi agradeceu a solidariedade que recebeu e disse que Faustino "serve a turma bolsonarista". A presidentra do PT informou que acionou a Polícia Federal e vai adotar medidas judiciais.

No final do ano passado, segundo o Brasil de Fato, o Ministério Público Federal no Paraná pediu à Polícia Federal (PF) a abertura de uma investigação contra Faustino e João Bettega, outro nome do MBL, por suspeita de transfobia em publicações nas redes sociais. A denúncia, de acordo com o site, teria partido do coletivo Advogadas e Advogados Pela Democracia, que elencou 12 postagens feitas pela dupla do MBL em seus perfis no Instagram com conteúdo ofensivo à população trans.

Em 24 de agosto do ano passado, num ato realizado em Natal com a consígna “pelo fim do genocídio e chacinas contra o povo pobre e negro”, Matheus Faustino esteve presente mais uma vez com seu celular, provocando os manifestantes. O ato foi em resposta à morte da líder quilombola Mãe Bernadete, executada uma semana antes na Bahia.

Naquele dia, a manifestação levou solidariedade ao caso de Mãe Bernardete e foi protagonizado por militantes negros, com falas e poemas. Houve emoção em mais de um momento, incluindo uma fala de uma adolescente lembrando a morte de seu irmão, também negro. Repetidamente, o youtuber perguntava às pessoas se “a Polícia é fascista”.

“Vem uma cambada de esquerdista que não sabe o que tá fazendo, fazer manifestação contra a Polícia Militar, então eu vim aqui perguntar pra eles o que eles realmente vieram defender e vim defender a instituição da Polícia Militar”, alegou Faustino no vídeo.

Já há cerca de um mês, em 19 de fevereiro, foi a vez do influenciador de direita causar confusão num evento com a presença do ex-deputado federal e presidente da Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo (Embratur), Marcelo Freixo (PT), em Natal. Era um debate inserido na pré-campanha à Prefeitura de Natália Bonavides com o tema “Como construir cidades democráticas?”, em que ele tentou, mais uma vez e repetidamente, causar constrangimento com o tom de voz elevado, por vezes gritando.

No mês passado, o youtuber ainda foi para a Ilha do Marajó, no Pará, com o ex-deputado Arthur do Val, o “Mamãe Falei”, seu amigo pessoal, cassado em 2022 e inelegível por oito anos depois de dizer em um aúdio que as mulheres ucranianas “são fáceis, porque são pobres”. O áudio havia sido feito no contexto de uma viagem de Mamãe Falei à fronteira entre a Eslováquia e a Ucrânia, para, segundo ele, ajudar os ucranianos contra a Rússia. 

Influenciador é amigo de Arthur do Val, ex-deputado cassado por quebra de decoro parlamentar após dizer que mulheres ucranianas “são fáceis, porque são pobres” | Fotos: reprodução

“Assim que essa guerra passar, eu vou voltar pra cá. Detalhe: elas olham. E são fáceis, porque elas são pobres. E aqui minha carta do Instagram, cheia de inscritos, funciona demais. Não peguei ninguém, a gente não tinha tempo, mas colei em dois grupos de minas, e é inacreditável a facilidade”, disse Arthur do Val em um trecho do áudio.

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.