Obra “Aprendiz de Bruxa” celebra a força e o conhecimento das mulheres
Natal, RN 28 de mai 2024

Obra "Aprendiz de Bruxa" celebra a força e o conhecimento das mulheres

13 de março de 2024
4min
Obra
Foto: divulgação

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

No mês dedicado ao compartilhamento de atividades e debates sobre conquistas e desafios da luta das mulheres por um lugar sem misoginia, acontece o lançamento do livro "Aprendiz de Bruxa". A obra, escrita por Milena Azevedo e ilustrada por Ju Loyola e Mari Santtos, celebra no próximo dia 16, às 16 horas, no Parque das Dunas, a força e o conhecimento das mulheres que foram perseguidas no passado por serem vistas como bruxas, mas que na verdade dedicavam-se à cura com ervas medicinais e ao respeito à natureza.

"A Bruxinha Glacia vem nos lembrar que cada indivíduo é responsável por suas ações, que não devemos prejudicar ninguém e que não estamos acima da natureza, mas em conexão profunda com ela", destaca Milena Azevedo.

Milena Azevedo | Foto: divulgação

As tiras da "Aprendiz de Bruxa" foram criadas em 2019 por Milena Azevedo (roteiro) e Ju Loyola (arte), e retornaram em 2023 com a arte de Mari Santtos. A história acompanha a Bruxinha Glacia, que, após um incêndio no Conciliábulo Dragoste, é lançada na floresta, onde enfrenta desafios e aprende valiosas lições sobre amadurecimento e conexão com a natureza.

A compilação impressa das tiras da Aprendiz de Bruxa é fruto da Lei Paulo Gustavo, da Funcarte.

A obra representa uma homenagem às mulheres que foram perseguidas no passado e uma inspiração para viver de forma mais consciente no presente.

AUTORAS

Milena Azevedo é formada em História (Bacharelado e Licenciatura) pela UFRN, com mestrado em Estudos Históricos Latino-Americanos pela Unisinos/RS. Foi professora, empresária e curadora de eventos de cultura pop. Desde 2005 milita no campo das histórias em quadrinhos. Atualmente segue como diagramadora, letrista e roteirista de HQs e games, com trabalhos publicados localmente, em âmbito nacional e também em Portugal e Angola, finalistas do Troféu HQMix e da categoria Quadrinho Alternativo do Festival de Angoulême (França), entre eles: Visualizando Citações - vols. 1 e 2, Fronteira Livre, Máquina Zero - vol. 2, Imaginários em Quadrinhos - vol. 4, Haole, Amor em Quadrinhos, Penpengusa, Contos Urbanos e Café Espacial #19. Vencedora do Troféu Angelo Agostini de 2019, e dos HQ Mix de 2019 e 2020, com Gibi de Menininha - vols.1 e 2. Em 2018, estreou na literatura infantojuvenil com o livro Dara, Dora e As Estrelas, escrito a quatro mãos com Glacia Marillac. Nos últimos anos, roteirizou as HQs Viúva Veneno e Oscar e o Pan de 87 para a editora Ultimato do Bacon, lançou a HQ A Parteira (via Lei Aldir Blanc), e participou do Gibi de Menininha - vol.3, do quarto número da revista Mina de HQ, e das webcomics Maiden Cops – first day (para o Pippin Games) e Carmesim (para a Íntimus®).

Ju Loyola é quadrinista e ilustradora paulistana surda.

Formada na Escola Panamericana de Arte & Design. Atualmente desenha as histórias em quadrinhos na forma de narrativa visual sem texto (história muda), como The Witch who loved, Maria Lua & Cia - Aventura das Estrelas (Conrad Editora) e More Than Words.

Ganhou o Troféu HQ Mix 2020 de Melhor publicação Aventura/Terror/Fantasia com o Gibi de Menininha - vol.2.

Mari Santtos é artista plástica, ilustradora e quadrinista de São Paulo.

Lançou seu primeiro quadrinho, A Máscara de Togi, em 2015. Ilustrou para o Gibi de Menininha - vol.1, em 2018. Em 2019, lançou os títulos independentes O Coelhinho Militudo - vol.1 e Sussurro ao Mar. Entre 2020 e 2022, trabalhou como desenhista em O Último Jogo, Dália Escarlate, Não Ligue Isso é Coisa de Mulher e Não Tema Isso é Coisa de Mulher, OPArt, RANGO!, Contos Novos e Fractal. Recentemente lançou Gibi de Menininha - vol.3, O Último Acampamento, Meu Saquinho de Batata Frita e O Coelhinho Militudo - vol.2. Atualmente trabalha na webtira Aprendiz de Bruxa, com Milena Azevedo, e na webcomic A • adorável (esse, como autora e desenhista).

Vencedora do Troféu Angelo Agostini e do HQ Mix de 2019, com Gibi de Menininha

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.