Audiência Pública na Câmara de Natal vai debater educação integral
Natal, RN 29 de mai 2024

Audiência Pública na Câmara de Natal vai debater educação integral

19 de abril de 2024
3min
Audiência Pública na Câmara de Natal vai debater educação integral
Imagem: Adrovando Claro/Prefeitura de Natal.

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

A Comissão de Educação da Câmara Municipal promove uma audiência pública para debater educação em tempo integral em parceria com o Conselho Municipal de Educação na próxima terça-feira, dia 23, às 15h30, com a presença de profissionais, estudantes, especialistas, entidade sindical e gestão.

O vereador Daniel Valença (PT), presidente da Comissão de Educação, Cultura, Ciência, Tecnologia e Inovação da Câmara Municipal, falou à Agência Saiba Mais a respeito do debate que a audiência pública em questão pode proporcionar. "A educação em tempo integral é condição necessária para viabilizar melhora do processo ensino-aprendizagem, já que pais e mães da classe trabalhadora não dispõem de tempo e, por vezes, também são vítimas do descaso estatal com a educação, para auxiliar seus filhos e filhas na rotina de estudos, acompanhando a evolução e corrigindo erros", argumentou o vereador.

Valença ainda destacou a importância da educação em tempo integral para a possibilidade de uma rotina mais digna aos estudantes. "A escola é um espaço indispensável de socialização, ajudando a juventude a criar laços de afeto, reconhecimento e comunidade. E, na ausência das escolas, o vácuo pode ser ocupado pelo trabalho infantil, precarizado ou mesmo pelo crime. Esta é uma das fontes da insegurança pública e da desestruturação da vida da classe trabalhadora", ressaltou.

"Por último, a escola de tempo integral também auxilia pais e mães a cumprirem com mais tranquilidade suas jornadas de trabalho, sem precisar deixar seus filhos sozinhos, às vezes um cuidando do outro, ou com parentes e amigos". O vereador ainda destacou alguns exemplos do modelo de ensino em tempo integral. "Temos como referência os CIEPS, de Darcy Ribeiro no Rio de Janeiro; e os CEUs, da gestão petista de Marta Suplicy em São Paulo — baseados na concepção do grande educador Anísio Teixeira e complementados pela visão crítica de Paulo Freire", destacou.

"Claro que não basta apenas dispor na lei sobre a obrigatoriedade, temos de dar condições infraestruturais e de valorização aos trabalhadores da educação, algo que vai na contramão do que as gestões elitistas, representantes da classe dominante, vêm fazendo em Natal, seja pelas mãos das gestões Micarla-Paulinho Freire, Carlos Eduardo ou Álvaro Dias", defendeu Valença.

Para fomentar o debate, o público esperado na audiência pública reunirá mães, pais, educadores, pesquisadores, sindicatos e integrantes da gestão, bem como a população em geral interessada na temática.

Serviço

O quê: Audiência Pública sobre a educação em tempo integral;

Quando: 23 de abril de 2024, terça-feira, às 15h30;

Onde: Câmara Municipal de Natal - Rua Jundiaí, 546, Tirol.

Saiba+

PT assume duas presidências de comissões na Câmara de Natal

RN aumenta proporção de estudantes em tempo integral, que são minoria

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.