Fapern e Sead  abre processo seletivo com 40 vagas para pesquisadores
Natal, RN 26 de mai 2024

Fapern e Sead  abre processo seletivo com 40 vagas para pesquisadores

17 de abril de 2024
3min
Fapern e Sead  abre processo seletivo com 40 vagas para pesquisadores

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Começam nesta quarta-feira, 17, as inscrições para participar do processo seletivo simplificado que visa selecionar pesquisadores bolsistas para atuar em projeto de inovação na Secretaria de Estado da Administração (Sead) e na Fundação de Amparo e Promoção da Ciência, Tecnologia e Inovação do Rio Grande do Norte (Fapern). Ao todo, estão sendo oferecidas 40 vagas - sendo 39 para egressos de cursos superiores e uma vaga para egressos de doutorado em qualquer área do conhecimento - e os interessados podem se inscrever até 1 de maio.

Podem se candidatar graduados em Administração, Arquitetura e Urbanismo, Estatística ou Ciências Atuariais, Comunicação Social; Comunicação Audiovisual; Marketing e Publicidade; Design Gráfico, Ciências Contábeis, Direito, Engenharia Civil, Gestão de Políticas Públicas, Pedagogia, Psicologia, Engenharia da Computação e/ou Tecnologia da Informação; Sistemas de Informação; Ciências da computação ou áreas afins.

De acordo com o Edital 06/2024, para se inscrever é necessário enviar a documentação para o e-mail [email protected]. Nos documentos exigidos estão: a ficha de inscrição;  documentos pessoais; e um Projeto Individual de Pesquisa e Inovação. Esse projeto deve estar de acordo com os objetivos do Projeto Institucional de Pesquisa e Inovação Participação Cidadã, Cultura de Inovação e Transformação Digital na Gestão Pública e deverá ter no máximo 10 laudas. 

Além disso, o projeto deve conter título da proposta de modernização e inovação; delimitação do tema e objeto de estudo; justificativa; objetivos gerais e específicos; referencial teórico e metodologia sugeridas; repercussões e resultados esperados; revisão bibliográfica e previsão de cronograma.  A proposta de pesquisa do candidato deve estar ligada com um dos eixos de atuação. São eles: Inovação Tecnológica e Ciber Segurança; Cultura de inovação na Gestão Pública; Capacitação, Formação Continuada e Gestão de Pessoas; Articulação de Redes Governamentais; e Ações Governamentais e Participação Cidadã.

Segundo a professora Kize Arachelli, gerente-geral do Laboratório de Inovação na Gestão Pública do Rio Grande do Norte (iNovaRN), os candidatos precisam atentar para o alinhamento com os eixos de atuação. "Às vezes, a proposta é boa, mas a pesquisa não se relaciona com o que é desenvolvido no Projeto Institucional. Se a proposta não dialogar, o candidato pode perder pontos importantes na avaliação e, eventualmente, caso seja selecionado, ter que mudar o projeto mais à frente", destacou.

O processo seletivo será realizado em quatro etapas, sendo a principal delas a avaliação do Projeto Individual. Serão observados também adequações aos eixos do Projeto Institucional, como capacidade de problematizar teoricamente e contextualizar o objeto de pesquisa e inovação. Outros critérios também serão utilizados, como a relevância da proposta apresentada; a capacidade de justificar a execução da pesquisa e inovação, com destaque para a metodologia e o cronograma. 

Os resultados de cada etapa serão divulgados pelo site da Fapern e Sead, e a lista de aprovados no processo será divulgada no o Diário Oficial do Estado.

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.