Servidora acusa Prefeitura de Natal de distribuir itens sem critério
Natal, RN 27 de mai 2024

Servidora acusa Prefeitura de Natal de distribuir itens sem critério

12 de abril de 2024
2min
Servidora acusa Prefeitura de Natal de distribuir itens sem critério
Imagem: Semtas/Prefeitura do Natal.

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Uma servidora pública da Prefeitura de Natal denunciou de forma anônima à Agência Saiba Mais que a Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social (Semtas) estaria distribuindo itens, como colchões e cestas básicas, sem nenhum critério ou requisito indicado pelas normativas da política de assistência social. De acordo com a denúncia, esses itens deveriam ser concedidos eventualmente a famílias acompanhadas pelo Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), bem como pelo Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS).

“O que se vê nos bairros mais vulneráveis da cidade são cargos comissionados, cabos eleitorais e até a secretária, cujo papel está em administrar a secretaria e não posar nas fotos, expondo os usuários e se auto promovendo, em busca de apoio e votos para o prefeito nas próximas eleições”, alegou a fonte. 

De acordo com a denúncia, os cadastros das pessoas para recebimento dos itens foram realizados de forma aleatória.

"Enquanto isso, os serviços socioassistenciais encontram-se sem condições de funcionamento por falta de profissionais devido à precariedade salarial e condições de trabalho que contribuem para o absenteísmo nesse espaço e que deveriam acompanhar devidamente essas famílias que encontram-se hoje desassistidas pelo poder público. Nos CRAS, as famílias buscam por cestas e colchões, por exemplo, e é falado pra elas que não tem”, argumentou a fonte.

Secretaria nega as acusações

A Semtas disse à Agência Saiba Mais que a ajuda humanitária realizada pela secretaria está sendo feita a partir de um cadastro específico destinado às pessoas que perderam seus bens devido às fortes chuvas que aconteceram em novembro passado, em Natal.

Segundo a pasta, apenas as pessoas que fizeram esse cadastro e estão na lista para recebimento dos itens conseguem os benefícios. A Semtas ainda informou que os itens foram adquiridos pela prefeitura a partir de uma verba destinada pelo governo federal, em decorrência das chuvas no ano passado.

“É uma destinação bem específica. Existe uma listagem com o nome das pessoas que foram atingidas pelas chuvas na época [em novembro]. Entregamos, além de cestas básicas, materiais de higiene e colchões, por exemplo, para essas pessoas que ficaram desamparadas”.

“O pessoal do CRAS continua sendo atendido pelo Centro. São ações diferentes”, finalizou a Semtas.

Matéria atualizada às 11h58 do dia 12/04/2024.

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.