Sem estoque, vacinação contra dengue é suspensa em Natal
Natal, RN 26 de mai 2024

Sem estoque, vacinação contra dengue é suspensa em Natal

6 de maio de 2024
5min
Sem estoque, vacinação contra dengue é suspensa em Natal
Foto: José Cruz/Agência Brasil

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Os interessados em receber a vacina contra a dengue em Natal vão precisar esperar por tempo indeterminado. Isso porque a oferta de imunizantes contra a dengue está suspensa em toda Natal. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), o serviço está em falta porque o lote que tinha validade até (30) de abril chegou ao fim com todos os imunizantes aplicados. Agora, o município espera a chegada de novos lotes da vacina que serão enviados pelo Ministério da Saúde, mas ainda sem previsão para que isso aconteça. 

A SMS estima que a capital aplicou 14 mil doses do imunizante, que tinha o público alvo de crianças e adolescentes entre 10 e 14 anos. Olhando para os casos da doença na cidade, de acordo com o boletim epidemiológico divulgado no último dia (2), Natal já possuía 1.742 casos de dengue confirmados só em 2024, com uma incidência de 518 casos por 100 mil habitantes. Ainda de acordo com o informativo, a capital tem 4.313 casos de arboviroses notificados, sendo 85 casos de Chikungunya e 15 casos de Zika Virus confirmados. 

Questionada pela Agência Saiba Mais, a SMS confirmou que está esperando a chegada de novos lotes do imunizante que são enviados pelo Ministério da Saúde para retomar as aplicações. Além disso, a pasta afirma que precisará esperar o ministério divulgar novas estratégias de vacinação.

Procurada pela reportagem, a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sesap) informou que estima a chegada de uma nova remessa dos imunizantes ainda para o mês de maio, porém sem nenhuma confirmação de datas e quantidade de doses. Ainda segundo a pasta, o Rio Grande do Norte já aplicou 28.313 doses da vacina, como apontado nos números registrados pelos municípios no sistema do Ministério da Saúde até ontem (5). 

Seguindo orientação do Ministério da Saúde, a Sesap recomendou a ampliação do público-alvo da vacina contra a dengue para que fosse estendida para 6 a 16 anos. Com isso, os municípios potiguares que ainda tinham doses da vacina contra a dengue, que venceriam no próximo dia (30), puderam ampliar o seu público. Natal estava entre os 29 municípios potiguares que receberam a ampliação da vacinação. Outros municípios são:  Apodi, Areia Branca, Baraúna, Campo Grande, Caraúbas, Extremoz, Felipe Guerra, Governador Dix-Sept Rosado, Grossos, Janduís, Macaíba, Messias Targino, Mossoró, Natal, Parnamirim, São Gonçalo do Amarante, Serra do Mel, Tibau e Upanema. Se juntam nesta lista mais dez municípios, são eles: Caicó, Pau dos Ferros, Ceará-Mirim, Santa Cruz, João Câmara, Touros, São Paulo do Potengi, Pendências, Luís Gomes e Jucurutu.  

Aumento de casos e primeiro caso de morte por dengue no estado

No último dia 19 de abril, a Sesap confirmou a primeira morte por dengue no estado em 2024. A vítima, uma mulher que morava no município de Itaú, no Alto Oeste Potiguar, faleceu no dia 21 de março por, de acordo com o laudo médico, “Dengue Hemorrágica e distúrbio hidroeletrolítico". Esse distúrbio ocorre quando se perde grandes quantidades de líquidos e eletrólitos. A informação foi confirmada pela família da vítima à imprensa local.

O Rio Grande do Norte enfrenta atualmente uma grande onda de casos de dengue e arboviroses. Só em 2024, o estado superou o número de casos notificados para dengue do que todo o ano de 2023. De acordo com último boletim, divulgado no último dia (2), o RN teve 181.104 casos notificados de dengue em 2024, sendo 2.842 destes confirmados. Ao longo de todos os 12 meses de 2023, a Sesap registrou 12.048 ocorrências. No ano passado ocorreram três mortes por dengue, ao longo de todo o ano. 

foto: sesap

A situação no Brasil também não é das mais favoráveis. O Painel de Monitoramento das Arboviroses do Ministério da Saúde do último dia (3), mostra que o país já ultrapassou quatro milhões de casos de dengue registrados em 2024, com 4.270.624 de casos prováveis da doença. 

Leia também:

Brasil passa de 4 milhões de casos de dengue; veja situação no RN

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.