Terceirizados do Walfredo entram em greve e trabalhadores ficam sem alimentação
Natal, RN 21 de abr 2024

Terceirizados do Walfredo entram em greve e trabalhadores ficam sem alimentação

19 de dezembro de 2022
4min
Terceirizados do Walfredo entram em greve e trabalhadores ficam sem alimentação

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Terceirizados que prestam serviço nos hospitais do Rio Grande do Norte, pelas empresas JMT e Jaguari, estão em greve desde o último sábado (17). A categoria reivindica o pagamento dos salários de novembro e do 13º. Com isso, no maior hospital do estado, apenas as refeições dos pacientes estão sendo servidas. 

Os acompanhantes não estão recebendo alimentação e os servidores só recebem uma quentinha, à noite. O refeitório segue fechado durante todo o dia. De acordo com o presidente do Sindhoteleiros, que representa os trabalhadores da Nutrição, a greve é resultado de uma sucessão de atrasos salariais.

Os salários sempre atrasam, é uma constante. E hoje, dia 19 de dezembro, quando eles já deveriam ter recebido a primeira parcela do 13º, no dia 30, e os salários de novembro, no 5º dia útil, ainda não saiu nada. Em tese, amanhã eles deveriam já estar recebendo a segunda parcela do décimo”, pontua o Sandoval Lopes, presidente do Sindhoteleiros.

Segundo ele, até o momento, só os funcionários do Hospital Walfredo Gurgel aderiram ao movimento porque, em outras unidades, há “uma pressão muito grande para que os trabalhadores não saiam em greve e eles temem perder seus empregos”, explica o sindicalista que representa a categoria.

O Sindsaúde, que acompanha o movimento e seus efeitos para os servidores, diz que a situação vem se agravando dia após dia. A paralisação teve início no sábado, quando apenas um terço dos funcionários da Nutrição que atuam no Walfredo já haviam aderido à greve. No domingo (18), a adesão subiu para 42% e, nesta segunda-feira (19), mais da metade dos funcionários do setor de Nutrição cruzaram os braços.

Agora, com 57% de efetivo a menos, o hospital segue contando apenas com um cozinheiro para a dieta dos pacientes, sem auxiliares de cozinha e com o quadro de copeiros desfalcado. Sendo assim, mais uma vez, o almoço não será servido para funcionários e acompanhantes, exceto acompanhantes da pediatria. Assim como no dia anterior, a ceia será servida um cardápio simplificado, em quentinhas”, diz o comunicado do Sindsaúde.

Higienização e maqueiros

Uma outra classe que está ameaçando paralisar é dos trabalhadores da higienização e maqueiros. A categoria está com indicativo de greve para a próxima sexta-feira (23) caso os salários de novembro e o 13º não sejam pagos até quinta-feira (22), pelas empresas JMT, Safe e Petrogás.

Nós estamos falando de um contigente de mais de mil trabalhadores em todos os hospitais do estado”, lembra o presidente do Sindicato dos Técnicos de Enfermagem do RN (Sinpern), Domingos Ferreira.

A Agência SAIBA MAIS entrou em contato com as empresas citadas e com a Secretaria Estadual de Saúde. Em nota, JMT disse que a Sesap está devendo R$ 12 milhões, em virtude de quatro meses de atraso no repasse dos recursos.

"Atualmente, nosso contrato com a entidade de saúde estadual pratica os mesmos valores de 2018. Infelizmente, a Sesap não reconhece o direito de repactuação, o que nos causa grande desequilíbrio financeiro. Quando somados os valores das faturas em aberto e a falta de reajuste contratual por parte da Sesap - que não reconhece o pagamento retroativo do reajuste- nosso prejuízo chega a R$ 18 milhões", esclareceu a empresa, acrescentando que, apesar disso, até o final desta semana quita os salários de novembro.

Já o setor Financeiro da Sesap afirmou que "o pagamento está em trâmite para a empresa JMT". Questionada sobre as demais empresas, a assessoria da Sesap ainda não deu retorno.

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.