Petroleiros fazem entrega de cartilha pela permanência da Petrobrás no RN em cerimônia de posse do secretariado estadual
Natal, RN 17 de abr 2024

Petroleiros fazem entrega de cartilha pela permanência da Petrobrás no RN em cerimônia de posse do secretariado estadual

15 de janeiro de 2023
4min
Petroleiros fazem entrega de cartilha pela permanência da Petrobrás no RN em cerimônia de posse do secretariado estadual

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

“Defender a Petrobrás, é defender o Brasil”. Com essa certeza o Sindicato dos Petroleiros e Petroleiras do RN fizeram a entrega da cartilha: “Petrobrás Fica no RN” (Cartilha-Petrobras-Fica-no-RN) à governadora Fátima Bezerra, ao senador Jean Paul Prates (anunciado para presidir a Companhia pelo presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva), à deputada federal Natália Bonavides, ao secretário do Gabinete Civil, Raimundo Alves, e ao deputado federal eleito, Fernando Mineiro. O ato aconteceu nesta quinta-feira (12), no Centro de Convenções, em Natal, durante a solenidade de posse do secretariado do segundo mandato da professora Fátima à frente do Executivo Estadual.

Por meio de dados consolidados após anos de estudos e análises sobre a produção de petróleo e gás no Rio Grande do Norte, o documento traz uma avaliação dos impactos gerados com os projetos de desinvestimentos dos últimos governos. No entendimento do SINDIPETRO-RN, o momento é de lutar para que não aconteça a saída por completo da Petrobrás do Estado, tanto pela relevância de investimentos para economia, como também pelo potencial que ainda tem a explorar.

A expectativa é que com o anúncio de Jean Paul Partes para presidir a Companhia, que tem feito a defesa da indústria nacional, a luta dos petroleiros e petroleiras pela permanência da estatal no Estado ganhe força.

“Podem contar com todo o meu esforço para fazer da Petrobras uma empresa que pensa no futuro do nosso país por meio da transição energética e da volta dos investimentos da empresa em todo o Brasil”, afirmou Jean Paul Prates após a solenidade de posse do secretariado estadual.

Foto: Gilson Sá

No discurso que fez durante a cerimônia, a governadora Fátima Bezerra comemorou o que classifica de Nova Petrobrás. “Aqui vamos contar mais uma vez com o governo federal. Vamos contar com uma parceria inestimável que é a nova Petrobras sob o comando do seu presidente, o senador Jean Paul. A nova Petrobrás que, sob o comando do presidente Lula, vai olhar para as energias renováveis, agenda imperativa dentro do contexto da transição energética”.

A chefe do poder executivo estadual já tinha, em nota à imprensa, afirmado que o nome do senador do RN, Jean Paul Prates, abre a possibilidade do Rio Grande do Norte, que já é referência no campo das energias renováveis no Brasil e na América Latina, avançar ainda mais para a transição energética para uma economia de baixo carbono, adotando como meta prioritária a expansão das fontes renováveis.

Para o secretário geral do SINDIPETRO-RN, Pedro Lúcio, no momento de entrega do documento a categoria petroleira pôde reafirmar a força que tem uma democracia, e gritar alto mais uma vez que “Pelo Povo Potiguar a Petrobrás Fica no RN”.

Na fala do coordenador geral do Sindicato dos Petroleiros e Petroleiras do RN, Ivis Corsino, o desmonte da Petrobrás que estava em curso representava um sério e grave risco de desabastecimento e segurança para o estado do RN.

“Para nós, os compromissos da defesa do RN, e de seu desenvolvimento assumidos pela nova equipe de governo e pela governadora, passa pela responsabilidade de entender com maior profundidade as mudanças estabelecidas para o setor petróleo e a Petrobrás em solo potiguar. Perspectivas de novas fronteiras de atuação da petroleira mencionadas pela governadora são apenas parte, e não suficiente, do que se faz necessário para o abastecimento de energia e derivados para a economia potiguar.

O certo é que se abre agora, mais uma vez, o diálogo direto entre trabalhadores e Governo Federal, sobre rumos e competências para tentar refazer a Petrobrás que deu certo há alguns anos.

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.