E-book celebra a cultura potiguar através das vozes do jornalismo
Natal, RN 22 de abr 2024

E-book celebra a cultura potiguar através das vozes do jornalismo

4 de junho de 2023
E-book celebra a cultura potiguar através das vozes do jornalismo

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Revelar a importância dos jornalistas como agentes ativos na construção e promoção da cultura do Rio Grande do Norte. É com este objetivo que o Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) lança o livro digital "Vozes do jornalismo cultural no Rio Grande do Norte". A obra traz 18 entrevistas com profissionais da imprensa que vivenciam o cotidiano da cobertura jornalística das manifestações artísticas, intelectuais e populares do estado.

Eles não apenas informam, mas também contribuem para moldar o cenário cultural do estado, engajando-se em projetos literários, musicais, cinematográficos, políticos e acadêmicos. Suas histórias são testemunhos vivos da riqueza e diversidade da produção cultural potiguar”, explica o jornalista Henrique Mendes, um dos coautores do livro.

Organizado por Maria do Socorro Furtado Veloso, Henrique Mendes e John William Lopes, ligados ao Departamento de Comunicação Social e ao Programa de Pós-graduação em Estudos da Mídia da UFRN, o e-book faz parte da Coleção Jornalismo Potiguar.

Essa coleção, criada em 2017 e paralisada temporariamente em 2020 devido à pandemia da Covid-19, já conta com três outros títulos publicados em formato digital: "Jornalistas escritores do RN: entrevistas" (2017), "Depoimentos para uma história da imprensa potiguar" (2018) e "Fotojornalismo potiguar" (2019). Agora, é a vez do livro "Vozes do jornalismo cultural no Rio Grande do Norte" proporcionar aos leitores uma imersão na cultura potiguar por meio das narrativas e experiências desses profissionais da imprensa.

O e-book foi elaborado por uma turma de 31 estudantes de Jornalismo Literário, que conduziram as entrevistas com os seguintes jornalistas: Alex de Souza (da Preá e do Papo de Cultura), Michelle Ferret (poeta e do caderno Viver), Fábio Farias (da Catorze), Cecília Oliveira (do Apartamento 702), Tácito Costa (do Substantivo Plural e da Papangu), Cinthia Lopes Cardoso (Tribuna do Norte), Cefas Carvalho (Gazeta do Oeste), Hayssa Pacheco (Diário de Natal), Lara Paiva (Brechando), Luiza Gurgel (TCM/Reticências Culturais), Marcílio Amorim (Tribuna do Norte), Marize Castro (poeta e Jornal de Natal/O Poti), Moisés de Lima (músico que atuou no Diário de Natal), Nathallya Macedo (do Agora RN e da revista Cultue), Rafael Duarte (da Agência Saiba Mais), Ramon Ribeiro (da revista Catorze), Sérgio Vilar (criador do site Papo Cultura) e Túlio Rato (cartunista e fundador da Papangu).

Esse tipo de experiência mobiliza demais os estudantes. Eles se engajam nessas atividades. Muito feliz com o resultado. São pequenas contribuições que procuramos dar para a história do jornalismo no Rio Grande do Norte”, avalia a professora da UFRN, Socorro Veloso.

Para a docente, é importante reconhecer e valorizar o trabalho dos profissionais envolvidos na produção. “A fotografia de capa do Vlademir Alexandre é uma contribuição significativa, e a diagramação do Vitor Silva, do Centro de Freitas Humanas, Letras e Artes, também desempenha um papel essencial na apresentação do e-book”, revela.

As histórias compartilhadas pelos entrevistados retratam um cenário cultural em constante evolução no Rio Grande do Norte ao longo das últimas décadas. Os jornalistas culturais não são apenas observadores atentos, responsáveis por cobrir os eventos culturais e compartilhá-los com o público, mas também desempenharam papéis como produtores, divulgadores e apoiadores da cultura potiguar em diferentes áreas, como literatura, música, audiovisual, militância política e acadêmica, além do próprio jornalismo como um espaço de produção de conhecimento.

"Através das entrevistas, os leitores terão a oportunidade de conhecer as trajetórias pessoais e profissionais desses jornalistas, compreendendo como eles se envolveram ativamente na construção da cultura local. Além disso, o livro revela a importância do jornalismo como uma forma de preservar e transmitir a memória coletiva, narrando histórias que contribuem para a compreensão da cultura de um lugar", afirma Henrique Mendes.

Acesse e conheça a COLEÇÃO JORNALISMO PORTIGUAR

Jornalistas escritores do RN: entrevistas - 2017

VELOSO, Maria do Socorro Furtado; LOPES, John Willian. (Org.). Jornalistas escritores do RN: entrevistas. Natal: Tribo, 2017. 126 p. E-book.

Link: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/52431

Depoimentos para uma história da imprensa potiguar - 2018

VELOSO, Maria do Socorro Furtado; LOPES, John Willian. (Org.). Depoimentos para uma história da imprensa potiguar. Natal: Tribo, 2018. 199 p. E-book.

Link: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/52433

Fotojornalismo potiguar - 2019

VELOSO, Maria do Socorro Furtado; LOPES, John Willian; BEZERRA, Pedro Henrique Torres. (Org.). Fotojornalismo potiguar. Natal: Tribo, 2019. 172 p. E-book.

Link: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/52432

Vozes do jornalismo cultural no Rio Grande do Norte - 2023

VELOSO, Maria do Socorro Furtado; MENDES, Henrique Alberto; LOPES, John Willian. (Org.). Vozes do jornalismo cultural no Rio Grande do Norte. Natal: Ed. dos Autores, 2023. 156 p. E-book.

Link: https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/52558

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.