Natal terá aplicativo de transporte exclusivo para mulheres
Natal, RN 5 de mar 2024

Natal terá aplicativo de transporte exclusivo para mulheres

28 de janeiro de 2024
3min
Natal terá aplicativo de transporte exclusivo para mulheres
App Lady Driver vai operar em Natal I Foto: divulgação

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Teve uma vez que o condutor ficou me pedindo para pegar uma almofada que estava no banco de trás e passava a mão na minha perna, tentando pegar. Outra vez, eu entrei no carro e atrás da gente, um ônibus buzinava com irritação e ele [o motorista] saiu com essa pérola: ‘o cara briga com a mulher de manhã e não dá uns bofetes nela e fica nervosinho no trânsito’. Entrei quieta e saí calada”, conta Isadora Cruz, nome fictício para a mulher que, assim como muitas outras, passou por assédios e fica mais aliviada a cada vez que encontra uma mulher no volante ao pegar um carro por aplicativo.

De olho neste mercado, a partir de segunda (29), o aplicativo Lady Driver começa a operar em Natal. O app aceita apenas mulheres como motoristas e passageiras, prometendo mais segurança para as usuárias.

"Nós mulheres, passamos algumas vezes situações desconfortáveis da mesma forma que as clientes. Por buscar essa viagem segura e de responsabilidade, e o app vem exatamente com esse propósito, resolvi aderir para me sentir mais confortável e passar também esse conforto e credibilidade para minhas clientes", avalia Hudneide Vieira da Nóbrega, de 56 anos, que já trabalha como motorista de aplicativo há sete anos e é uma das cadastradas no Lady Driver.

O aplicativo, que já atua em mais de 200 cidades brasileiras, começa a operar em Natal e nas cidades de São Gonçalo do Amarante e Parnamirim, que fazem parte da região metropolitana da capital.

“Todas que entram nos nossos carros, as palavras mágicas que ouvimos são ‘graças a Deus que é uma mulher’ ", continua Hudneide.

A Lady Driver surgiu em 2017 como pioneira nesse mercado. O app de transporte começou com atuação no mercado de São Paulo (SP), depois expandiu os negócios para Belo Horizonte (MG), Cuiabá (MT), Teresina (PI) e Rio de Janeiro (RJ). Atualmente, o app também em diversas cidades do Nordeste, como Salvador (BA), Petrolina (PE), Juazeiro (BA), Recife (PE), Olinda (PE) e, em breve, Fortaleza (CE) e João Pessoa (PB).

Para as mulheres, esse serviço é uma forma de evitar o desconforto do assédio que, infelizmente, tem se tornado mais frequente. A CEO da empresa, Gabryella Corrêa, foi uma das vítimas em 2016 e descobriu em uma pesquisa nacional que 97% das mulheres já sofreram algum tipo de importunação no transporte e que não se sentem seguras ao usar o serviço”, revela Rebecca Cabral, licenciada pelo aplicativo na Grande Natal.

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.