Mulheres recebem metade dos investimentos do Agroamigo do BNB
Natal, RN 21 de abr 2024

Mulheres recebem metade dos investimentos do Agroamigo do BNB

16 de fevereiro de 2024
3min
Mulheres recebem metade dos investimentos do  Agroamigo do BNB
Foto: Divulgação Banco do Nordeste

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

O programa de microcrédito rural Agroamigo Banco do Nordeste fechou ano passado com R$ 5,67 bilhões contratados em aproximadamente 585,8 mil operações. No Rio Grande do Norte, onde o programa tem 15 unidades e chega a todos os 167 municípios, foram registrados 32,2 mil financiamentos, totalizando R$ 306,8 milhões contratados. O volume de recursos é recorde e representa um crescimento de 50,7% em relação a 2022. Para 2024, a projeção é de R$ 440 milhões.

Segundo divulgação, um outro dado que chama atenção é o número de operações contratadas com mulheres. Em 2023, elas conseguiram superar os homens, tomando 50,2% dos recursos em 16,2 mil contratos. O incentivo às operações do Agroamigo Mulher proporciona o aumento da renda familiar, já que elas podem desenvolver atividades diversas das praticadas pelos parceiros. Também passam a ter acesso ao mercado de crédito.

Além da linha específica para o segmento feminino, estão entre as estratégias negociais priorizadas pelo Banco do Nordeste as modalidades Agroamigo Água (para melhorias na infraestrutura hídrica das propriedades), Agroamigo Agroecologia e Orgânicos (destinada a fomentar a produção de alimentos saudáveis), Agroamigo Sol (para projetos de eletrificação rural com energias renováveis) e Agroamigo Net (financiamento a kits de conectividade rural).

Na visão do gerente estadual do Agroamigo, Gustavo Saraiva, 2024 deve ser um ano de resultados ainda mais robustos.

“Há toda uma ambiência favorável: alinhamento com as políticas públicas estadual e federal, voltadas ao apoio à agricultura familiar, fortalecimento das parcerias institucionais e a expansão do programa com maior disponibilidade de recursos. Temos projeção de aplicar R$ 440 milhões este ano”, enumera.

O superintendente do Rio Grande do Norte, Jeová Lins de Sá, que recentemente participou do lançamento da Parceria Brasil-China para Mecanização da Agricultura Familiar, realizada no início do mês, em Apodi, reforça a percepção de crescimento. “Uma das nossas prioridades é incentivar a aquisição de máquinas e equipamentos de forma a mecanizar a pequena agricultura, imprimindo eficiência produtiva, com redução de perdas e facilitando trabalho do homem do campo”, conclui.

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.