“Problema localizado”, diz Lewandowski sobre fuga de presos em Mossoró
Natal, RN 21 de abr 2024

"Problema localizado", diz Lewandowski sobre fuga de presos em Mossoró

18 de fevereiro de 2024
4min
foto: Carlos Costa / Ascom/RN

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Lewandowski, chegou neste domingo (18) a Mossoró (RN) para acompanhar as buscas pelos dois foragidos que escaparam do presídio federal localizado no município.

O governo federal está presente”, disse o ministro ao desembarcar na cidade. Ele classifica a fuga dos presos como “problema localizado, que será superado em breve com a colaboração de todos”.

Rogério da Silva Mendonça e Deibson Cabral Nascimento foram os primeiros detentos a escapar de um presídio federal brasileiro, considerados de segurança máxima. O sistema foi criado em 2006. Eles fugiram na última quarta-feira (14). 

No breve pronunciamento ao desembarcar em Mossoró, Lewandowski disse que o episódio “não afeta em hipótese nenhuma a segurança das cinco unidades federais”, referindo-se às penitenciárias federais espalhadas pelo país.

Segundo as atualizações mais recentes, os fugitivos fizeram uma família refém na noite de sexta-feira (16), numa casa a três quilômetros da penitenciária. As autoridades policiais afirmam que as buscas se concentram sobretudo num raio de 15 km a partir da prisão. Foram montados também cinturões em áreas mais amplas. 

operação para capturá-los mobiliza cerca de 300 agentes federais, drones e três helicópteros. As forças de segurança do Rio Grande do Norte, Ceará e Piauí participam das operações integradas. “Isso aqui não é nenhum favor, é o nosso dever, é o sistema único de segurança pública”, disse a governadora potiguar Fátima Bezerra, que recebeu Lewandowski no aeroporto.

O ministro segue em reuniões internas na delegacia da Polícia Federal (PF) em Mossoró, junto com o secretário nacional de Políticas Penais, André Garcia, e a chefia operacional das buscas. À tarde ele deverá dar declarações à imprensa.

A forma como os dois presos escaparam está sendo investigada. Um buraco foi encontrado em uma parede, e suspeita-se que eles tenham usado ferramentas destinadas a uma obra interna.

Segundo o MJSP, há duas investigações em curso. Uma delas, de caráter administrativo,  liderada pelo Senappen, apura as responsabilidades da fuga e pode levar a um processo administrativo. Também há um inquérito no âmbito da Polícia Federal para apurar eventuais responsabilidades de natureza criminal das pessoas que, eventualmente, facilitaram a fuga dos dois detentos da penitenciária.

Parceria

A governadora Fátima Bezerra reforçou a importância da colaboração do Estado do Rio Grande do Norte e de estados vizinhos com as forças de segurança e de inteligência federais, apoiando e auxiliando nas buscas em tempo integral.

“Desde quarta-feira, quando tomamos conhecimento da fuga, disponibilizamos as nossas forças de segurança com ação integrada. Isso aqui não é nenhum favor, é o nosso dever. É o sistema único de segurança pública. É parceria, é sinergia, é entrosamento. São as nossas forças de segurança que estão aqui presentes, seja através de disponibilidade de efetivo, bem como de equipamentos, contando também com a participação colaborativa muito importante, principalmente dos estados fronteiriços - Ceará e Paraíba - e também do Piauí”, destacou a governadora.

“É evidente que há uma preocupação muito grande por parte da população, daí a importância dessa colaboração federativa para que possamos o mais breve possível recapturar os fugitivos, trazê-los de volta para onde eles não deveriam nunca ter saído. Ao mesmo tempo, o ministro já tem adiantado as medidas corretivas que estão sendo definidas, que estão sendo planejadas, para que isso nunca mais aconteça”, finalizou a governadora Fátima Bezerra.

Fonte: Agência Brasil e Ascom/RN

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.