UFRN alcança nota máxima em índice de qualidade dos cursos
Natal, RN 24 de abr 2024

UFRN alcança nota máxima em índice de qualidade dos cursos

4 de abril de 2024
3min
UFRN alcança nota máxima em índice de qualidade dos cursos
Foto: Cícero Oliveira

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Pela primeira vez, a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) alcançou a nota máxima no Índice Geral de Cursos Avaliados da Instituição (IGC), que analisa a qualidade das instituições de ensino superior do país.

O resultado foi divulgado na terça-feira (2) pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). A UFRN está entre as 25 universidades brasileiras com IGC nota 5, e também foi uma das 12 instituições que alcançaram este índice máximo pela primeira vez.

Entre as demais instituições públicas de ensino superior do estado, Ufersa, Uern e IFRN alcançaram nota 4. Outros dois indicadores também foram divulgados: a Diferença entre os Desempenhos Observado e Esperado (IDD) e o Conceito Preliminar de Curso (CPC). 

O Índice Geral de Cursos Avaliados da Instituição é resultado da avaliação das instituições de educação superior e corresponde à média das notas do CPC (cursos de graduação) e dos conceitos CAPES dos cursos de programas referentes às pós-graduação stricto sensu, ponderadas pelo número de matrículas de cada curso.

As instituições públicas federais — caso da UFRN — se destacaram na avaliação. Ao todo, 94 das 111 avaliadas obtiveram IGC 4 ou 5 e nenhuma ficou nas faixas 1 e 2 do indicador.

É o melhor desempenho na história da UFRN que, segundo a universidade, acontece após os primeiros anos de implantação da Política de Melhoria da Qualidade dos Cursos de Graduação e Pós-Graduação, aprovada em 2017 e atualizada em 2020.

Esses indicadores estão diretamente relacionados ao ciclo avaliativo do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) 2022. Na edição, o Enade avaliou os seguintes cursos: bacharelado das áreas de administração; administração pública; ciências contábeis; ciências econômicas; direito; jornalismo; psicologia; publicidade e propaganda; relações internacionais; secretariado executivo; serviço social; teologia e turismo. Também foram avaliados os cursos superiores de tecnologia das áreas de comércio exterior; design de interiores; design gráfico; design de moda; gastronomia; gestão comercial; gestão da qualidade; gestão pública; gestão de recursos humanos; gestão financeira; logística; marketing e processos gerenciais.

Os resultados abrangem uma amostra de 7.569 cursos com o IDD calculado, 8.934 cursos com CPC e 1.998 instituições avaliadas com o IGC. Ao longo dos três anos referentes ao último ciclo avaliativo do Enade (2019, 2021, 2022), mais de 25 mil cursos foram avaliados – o exame foi adiado, em 2020, em função da pandemia. Também são levados em consideração mais de 5 mil cursos de mestrado e doutorado.

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.