CIDADANIA

RN não vai exigir prescrição médica para vacinar crianças entre 5 e 11 anos contra a covid-19

A posição oficial do Governo do Rio Grande do Norte foi emitida no final da tarde desta terça-feira (28): no estado, nenhuma criança entre 5 e 11 anos vai precisar de prescrição médica para ser vacinada contra a covid-19, como havia sugerido inicialmente o Ministério da Saúde do governo Bolsonaro, apesar da nova etapa da campanha vacinal ser autorizada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

A governadora Fátima Bezerra já havia se posicionado favorável à ampla vacinação da faixa etária, mas aguardava reunião extraordinária da Comissão de Gestores Bipartite (CIB), que é composta por representantes da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) e dos municípios, por meio do Conselho de Secretários Municipais de Saúde (Cosems).

Após o encontro do grupo, o secretário estadual de Saúde, Cipriano Maia, disse que a decisão foi consensual.

“Esperamos tão somente a distribuição das doses pelo Ministério da Saúde para que possamos em breve iniciar a vacinação de todas as crianças do Rio Grande do Norte, propiciando mais segurança no retorno das atividades escolares, mais proteção às famílias e consequentemente facilitando o controle da pandemia no Rio Grande do Norte”, declarou.

Dessa forma, o Rio Grande do Norte se soma a outros estados que também não vão exigir a prescrição médica. Até o momento, os governos estaduais que afirmaram a mesma posição foram Pernambuco, Bahia, Ceará, Santa Catarina, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Maranhão, Espírito Santo, Pará, Acre, Paraná, Paraíba, Goiás, Sergipe, Piauí, Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul e Distrito Federal.

Confira nota da Sesap:

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) informa que a respeito da vacinação contra a Covid-19 para crianças entre 5 e 11 anos no Rio Grande do Norte não será exigido qualquer tipo de receita médica para imunização. A decisão foi confirmada em reunião extraordinária da Comissão de Gestores Bipartite (CIB) na tarde desta terça-feira (28), reunindo a gestão da Sesap e representação dos municípios potiguares.

As crianças que se apresentarem, indistintamente, acompanhadas pelos pais ou responsáveis legais receberão a vacina em todos os pontos de vacinação do SUS no estado. Será exigido documento de identificação oficial da criança, para fins de registro do imunizante e comprovação da faixa de idade, seguindo o procedimento padrão do sistema de imunização consolidado. A medida segue a orientação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que aprovou a utilização do imunizante da Pfizer para o Brasil. A Sesap e os municípios aguardarão o envio de doses por parte do Ministério da Saúde para iniciar a imunização das crianças no RN.

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo
Isabela Santos é jornalista e repórter da agência Saiba Mais