Nota do PSDB deixa claro que decisões de Ezequiel serão pessoais, não partidárias
Natal, RN 16 de jun 2024

Nota do PSDB deixa claro que decisões de Ezequiel serão pessoais, não partidárias

17 de março de 2022
3min
Nota do PSDB deixa claro que decisões de Ezequiel serão pessoais, não partidárias

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

O posicionamento político do presidente da Assembleia Legislativa do RN, Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB) ainda é um mistério. Especula-se que ele poderá ser candidato ao Governo do Estado, pela oposição ao Governo Fátima Bezerra (PT). Porém, por ora, ele continua na base de apoio a este mesmo governo e se ficar nesta situação, deverá ser candidato à reeleição como deputado estadual.

Na verdade, toda a especulação sobre o rompimento de Ezequiel com o Governo Fátima e candidatura ao Governo partiu de blogs e de políticos. O próprio deputado jamais afirmou ou escreveu uma única palavra neste sentido.

O que agitou o mundo político potiguar na quarta-feira, 16, foi a nota do PSDB em relação a matéria publicada no blog do jornalista Tulio Lemos, que afirmou ter fontes seguras de que Ezequiel vai romper com a governadora e ser candidato ao Governo do Estado.

Quase imediatamente, em resposta a matéria, o PSDB potiguar, soltou uma nota extraoficial na qual o assessor de imprensa do partido, Rodrigo Rafael, em nome da sigla, assegura que: "Não procede essa informação. Essa decisão não foi tomada pelo PSDB. O Partido está focado nas nominatas de deputado. Só quem fala por Ezequiel Ferreira é Ezequiel Ferreira".

Chamou a atenção o fato de que o partido praticamente oficializou que Ezequiel vem construindo diálogos à revelia da sigla e de suas instâncias. Jornalistas também ironizaram a frase "Só quem fala por Ezequiel Ferreira é Ezequiel Ferreira" justamente porque Ezequiel não fala absolutamente nada sobre o tema. Também chamou a atenção que a nota não foi eufêmica nem vaga, como costumam ser notas partidárias nessas circunstâncias, mas sim, assustadoramente sincera.

Da nota, absorve-se que o partido não está sendo chamado por Ezequiel para as mesas de conversa e que a decisão a ser tomada vai depender unicamente dele próprio. faz sentido. O PSDB tem pré-candidato a presidente da República, o governador de São Paulo João Dória, e se participar dos diálogos colocará a questão Dória na mesa. Ezequiel estaria dialogando com os ministros Rogério Marinho (Desenvolvimento Regional) e Fábio Faria (Comunicações) que representam a oposição ao Governo Fátima e que já fazem pré-campanha explícita para a reeleição do presidente Jair Bolsonaro (PL).

É preciso registrar que da mesma maneira que Ezequiel não fala sobre Dória, também nada diz sobre Bolsonaro. Inclusive há um mês, Ezequiel tinha a chance de receber Bolsonaro quando este esteve no interior do Rio Grande do Norte para eventos alusivos à transposição do Rio São Francisco, e não o fez, preferindo presidir sessão ordinária da Assembleia Legislativa.

Da mesma forma que Ezequiel, os demais quatro deputados estaduais do PSDB não se pronunciam sobre o destino político do presidente da ALRN. Possivelmente por saberem que a decisão será tomada sem levar em consideração demandas partidárias.

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.