CULTURA

Escola de Música da UFRN realiza Festival Internacional de Violão de Natal

Foto: Unsplash

A Escola de Música da Universidade Federal do Rio Grande do Norte realiza, entre os dias 17 e 20 de agosto, o 7º Festival Internacional de Violão de Natal. Com carga horária de 24 horas e um público estimado de 350 pessoas, o evento vai reunir violonistas, concertistas, pesquisadores, estudantes e público em geral para troca de experiências culturais. Serão promovidos concertos, masterclasses, cursos e palestras. As inscrições devem ser realizadas via internet aqui, no site do evento.

Na quarta-feira, dia 17, às 19h, ocorre o concerto de abertura da filarmônica da UFRN com a participação de Marco Pereira. Esse evento requer a antecipação dos ingressos, que serão disponibilizados gratuitamente no Sympla, podendo ser retirados até o dia do concerto, enquanto estiverem disponíveis.

A partir da quinta-feira, 18, o cronograma vai incluir masterclasses individuais e em grupo. O evento também vai promover iniciação ao violão erudito e ao violão popular, cada uma delas tendo duração das 8h às 11h30 e das 14h às 17h. Às 18h haverá uma apresentação artística com palestra e recital de alaúde.

Na sequência do evento, sexta-feira, dia 19, às 9h, a palestra Três Tocatas Armoriais para Violão de Danilo Guanais: Recursos técnicos e processos de memorização musical no contexto da Teoria da Aprendizagem Significativa terá como mediador o professor Eugênio Lima de Souza, da EMUFRN. Às 10h, haverá, dentro festival, a fase final do 3° Concurso Internacional de Violão, que deve continuar até as 14h, com anúncio dos três primeiros colocados às 17h, juntamente com a premiação.

O concurso Amaro Siqueira é uma homenagem ao potiguar de Areia Branca, que deixou uma considerável obra escrita para violão. Ele foi o primeiro professor da EMUFRN e foi sucedido pelo seu filho, o professor Fidja Siqueira, hoje aposentado. Eugênio Lima de Souza conta que foi aluno de Amaro Siqueira de Carvalho (1908 – 1970). “O concurso é uma maneira de divulgar sua obra e também de incentivar jovens estudantes de todo o Brasil e do mundo a conhecer e estudar a contribuição de Amaro”, explica.

Ainda na sexta-feira, às 18h, ocorrerá um recital de música de câmera. Das 9 às 12h, haverá ensaios, às 16h ocorre o recital dos alunos e, às 18h, haverá o concerto de encerramento. Mais informações sobre o cronograma podem ser consultadas no site do evento.

O Festival Internacional de Violão surgiu a partir de um evento da UFRN, em 1998, sendo o primeiro festival internacional de música em Natal. Foram trazidos artistas e professores de diversas áreas da música – instrumento, canto e teoria da música – e aconteceram muitos concertos, montagem de ópera, lançamentos de livros, pesquisa, entre outras atividades.

A novidade do evento de 2022 é que, nele, será apresentado o primeiro Encontro de Música de Câmara com Violão, momento que proporcionará apresentação de vários grupos da UFRN e de outras instituições, além de aulas específicas. “Teremos a participação de duos, trios e quartetos de violão e também em formação com outros instrumentos de cordas, sopros e canto. É uma forma de incentivar o desenvolvimento dos alunos. Assim, fazemos a integração entre ensino, pesquisa e extensão, que são três pilares da Universidade”, comenta Eugênio Lima de Souza, coordenador do Festival.

 

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo