Cientista social analisa pesquisas e vê vitória de Fátima no 1º turno, voto útil para Lula e Rogério Marinho prejudicado no Senado: “a população rejeita a reforma trabalhista”
Natal, RN 5 de mar 2024

Cientista social analisa pesquisas e vê vitória de Fátima no 1º turno, voto útil para Lula e Rogério Marinho prejudicado no Senado: “a população rejeita a reforma trabalhista”

19 de setembro de 2022
4min
Cientista social analisa pesquisas e vê vitória de Fátima no 1º turno, voto útil para Lula e Rogério Marinho prejudicado no Senado: “a população rejeita a reforma trabalhista”

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

As pesquisas eleitorais apontam tendências que, no Rio Grande do Norte, devem levar a governadora Fátima Bezerra (PT) à reeleição já no primeiro turno. Já nacionalmente, a vitória de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) depende da migração de eleitores de Ciro Gomes (PDT) e Simone Tebet (MDB) ao chamado “voto útil” para o petista. Essa é a avaliação do professor do curso de Ciências Sociais da UFRN, Daniel Menezes, entrevistado do programa Balbúrdia desta segunda-feira (19).

De acordo com o docente, normalmente os cenários políticos se consolidam com dois meses de antecedência. “Você já tem elementos, através de pesquisas e das condições de funcionamento naquele momento da economia, da atividade política, da avaliação de governo, em que já consegue estabelecer uma linha [de prognóstico]”, afirma.

Perguntado se Fátima já pode resolver a eleição no primeiro turno, Menezes crava: “sem dúvida”. A leitura é feita com base na última pesquisa Ipec, que mostra uma avaliação de 39% de avaliação de ótimo ou bom para a governadora, mas também com o “retrovisor” em relação à gestão anterior em que, segundo Daniel, a petista ganha vantagem.

Outro ponto positivo para ela seria o papel da oposição no RN. “Além do cenário ser muito bom para Fátima, os candidatos de oposição não passam credibilidade, objetivamente falando. Então acho bastante plausível que a disputa para o governo termine no primeiro turno”, diz ele, citando os principais adversários de Fátima: Styvenson Valentim (PODE) e Fábio Dantas (SD).

No caso da União, é “mais complicado”. “A gente depende de fatores que se relacionam com a antecipação do primeiro turno por parte dos eleitores da chamada terceira via”, afirma Daniel, sobre os votos de Gomes e Tebet. Ainda assim, para ele, o voto útil favorável a Lula pode existir neste campo.

“O voto útil, que é um voto estratégico, é mais fortemente produzido pelas classes portadoras de instrução formal elevada. E é justamente o eleitor de Ciro e Tebet. São pessoas que acompanham pesquisas, que fazem esse voto estratégico, e é um público que especificamente estabelece esse tipo de comportamento do ponto de vista eleitoral.”

Para o Senado, o pesquisador pede atenção em dois movimentos. “Primeiro, a entrada de Lula na defesa de Carlos Eduardo (PDT), pedindo voto. O segundo é a rejeição que Rogério [Marinho, PL] tem diante do campo progressista o que, acredito eu, forçará uma parte desse eleitorado a fazer voto útil, a escolher aquele que tem mais condições de derrotar Rogério.”

O trabalho de Marinho a favor da reforma trabalhista é algo que pesa contra o candidato, aponta Menezes. “Foi feita uma pesquisa, e 60% da população rejeita a reforma trabalhista. Mesmo com todo esse esforço da imprensa, dos grandes grupos econômicos de tentar mostrar uma vantagem, uma melhora, a população rejeita a reforma trabalhista”, diz.

“Isso se torna mais significativo num Estado que é pobre, como o nosso. Você tem uma base na pirâmide muito grande. Essas pessoas querem direitos, elas querem carteira assinada. E a correlação reforma trabalhista [versus] diminuição de carteira assinada me parece que é um dado que as pessoas têm muito forte para elas”, acredita.

Assista a entrevista na íntegra:

https://www.youtube.com/watch?v=yWqNHGmTSeQ
Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.