Lei aprovada propõe valorização do Centro Histórico de Natal, incluindo inventário do patrimônio
Natal, RN 20 de jun 2024

Lei aprovada propõe valorização do Centro Histórico de Natal, incluindo inventário do patrimônio

31 de maio de 2023
Lei aprovada propõe valorização do Centro Histórico de Natal, incluindo inventário do patrimônio

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Foi aprovado nesta terça-feira (31) um projeto de lei que propõe a valorização dos bairros de Cidade Alta, Ribeira e Rocas, no Centro Histórico de Natal.

A iniciativa, da vereadora Brisa Bracchi (PT), pretende fazer ações de conscientização acerca da preservação do patrimônio histórico material e imaterial da região, além de estimular iniciativas sobre os povos originários do território, línguas nativas, cultura e costumes locais.

Já a Prefeitura deve realizar anualmente um calendário de atividades a serem realizadas no Centro Histórico, inclusive desenvolvendo um inventário de todo o patrimônio existente.

O Executivo municipal ainda poderá produzir modelos de atividades extra-curriculares a serem realizadas dentro do programa “Redescobrindo o Centro Histórico”, estimulando estudantes e professores da rede municipal de ensino sobre a importância da região, e com possibilidade de atividades extraclasse de visitação aos três bairros.

Em sua justificativa, Brisa afirmou que o Centro “tem um rico acervo, edifícios históricos e uma história que precisa ser rememorada e valorizada.” 

“Há anos o Poder Público Municipal tem se mostrado omisso na preservação e valorização destes espaços, notadamente é o resultado da incompreensão acerca da importância da preservação do patrimônio histórico e cultural da nossa cidade”, criticou a parlamentar.

“Desta forma, o projeto surge como uma ferramenta capaz de despertar o interesse da sociedade para com as práticas relacionadas à cultura. Ressalta-se também a importância de atividades que visem à preservação patrimonial a ser trabalhada na perspectiva educacional, pois através dela os processos educativos têm como foco o patrimônio material e imaterial, usufruindo assim de referências históricas e culturais em todas as suas manifestações”, completou.

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.