8 de janeiro: UFRN publica nota em defesa da democracia
Natal, RN 3 de mar 2024

8 de janeiro: UFRN publica nota em defesa da democracia

8 de janeiro de 2024
3min
8 de janeiro: UFRN publica nota em defesa da democracia
Foto: Cícero Oliveira

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) publicou nota oficial em seu site, em defesa da democracia, nesta segunda-feira (8), um ano depois dos atos golpistas que marcaram o 8 de janeiro. Intitulado "Democracia Sempre!" o texto é compartilhado pela Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), na qual o reitor José Daniel Diniz Melo exerce mandato de vice-presidente. Universidades de estados vizinhos como Paraíba e Pernambuco não divulgaram notas oficiais em seus sites.

“8 de janeiro nunca mais! Democracia sempre!” está inscrito no cartaz ilustrado com a bandeira do Brasil que as 69 instituições participantes da Andifes replicaram, dentre as quais: Universidade Federal de Sergipe (UFS), Universidade Federal de Alagos (Ufal), Universidade de Brasília (UnB), Universidade Federal Fluminense (UFF), Universidade Federal de Alfenas-MG (Unifal), Universidade Federal do Pará (UFPA), Universidade Federal de Uberlândia (UFU), Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Universidade Federal de Rondônia (Unir), Universidade Federal do Acre (Ufac) e Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT).

A nota compartilhada diz:

“Defender a democracia é mais do que um compromisso cívico: é a salvaguarda dos princípios fundamentais que sustentam sociedades livres. 

Ao proteger a democracia, estamos defendendo a liberdade de expressão, o Estado de Direito e a participação ativa dos cidadãos. Isso implica em resistir a qualquer forma de autoritarismo, promovendo a inclusão e garantindo que as instituições democráticas permaneçam robustas. 

A defesa da democracia não é apenas um ato, mas um compromisso contínuo com a preservação dos valores que moldam sociedades justas e pluralistas.”

Em nota da Diretoria Executiva, a Andifes reforça que não é possível dissociar o destino do Brasil e das universidades federais do dever de preservar e defender a democracia como direito de cada brasileira e de cada brasileiro”.

O texto segue explicando que as instituições de ensino superior têm o compromisso da formação cidadão e que os atos que depredaram as sedes dos Três Poderes são “inaceitáveis”.

“A Andifes e as universidades federais seguirão firmes na defesa da autonomia universitária plena, da democracia e do Brasil soberano, para continuarmos contribuindo decisivamente para o desenvolvimento social e econômico do nosso país.”, completa a Associação.

SAIBA MAIS:
Potiguar réu do 8 de janeiro tirou fotos e se feriu durante invasão
Primeiro potiguar vai a julgamento por ataques no 8 de janeiro 
Dez potiguares estão entre denunciados que podem virar réus por atos golpistas do 8 de janeiro
PF investiga General Girão por incitar atos golpistas de 8 de janeiro, diz reportagem

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.