CPI da Covid terá maioria de deputados de oposição ao governo Fátima
Natal, RN 22 de jun 2024

CPI da Covid terá maioria de deputados de oposição ao governo Fátima

30 de junho de 2021
CPI da Covid terá maioria de deputados de oposição ao governo Fátima

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que vai investigar os gastos e as medidas adotadas pelo governo estadual na pandemia de covid-19 teve a composição definida nesta quarta-feira (30). A bancada de oposição tem maioria, representada pelos deputados Kelps Lima (Solidariedade), Gustavo Carvalho (PSDB) e Getúlio Rêgo (DEM). Já os governistas tiveram duas indicações, os deputados Francisco do PT e George Soares (PL).

O suplentes são Galeno Torquato (PSD), Nelter Queiroz (MDB) e Tomba Farias (PSDB) de um lado, além de Ubaldo Fernandes (PL) e Isolda Dantas (PT) alinhados com a governadora.

As indicações ainda devem ser oficializadas junto à Assessoria Legislativa da Assembleia.

Esse resultado teve influência indireta do ex-governador Robinson Faria, que apesar de estar sem cargo é presidente estadual do PSD. Às vésperas da definição, ele decidiu intervir na bancada do partido, destituindo da liderança o deputado Vivaldo Costa, suspende suspendeu Vivaldo e Jacó Jácome das atividades parlamentares, ambos alinhados ao governo.

O deputado Jacó chegou a declarar em entrevistas que o pano de fundo dessa decisão tem a ver com interesses pessoais do ex-governador, com quem rompeu desde 2018. “Pessoas como eles [Robinson e Fábio Faria, hoje ministro das Comunicações] têm dificuldade em aceitar alguém que pensa diferente, que tem vida própria”.

Kelps será o líder do grupo opositor, que indicará a presidência da CPI; enquanto Francisco, líder do bloco de situação, responsável por escolher o relator dos trabalhos. Essas definições acontecem junto à instalação da Comissão.

Durante a sessão, Kelps Lima falou sobre as expectativas: “Esperamos que ocorra dentro da normalidade, com respeito a presunção da inocência e que seja uma investigação séria. Que não seja transformada em circo, nem arma política eleitoral. Se houve desvio ou mau uso de recursos, diante de tantas mortes, essa apuração deve ser feita da forma mais séria possível”.

Na sequência, o deputado George Soares anunciou os nomes indicados pelo bloco governista: os deputados George Soares e Francisco do PT como titulares, e Ubaldo Fernandes (PL) e Isolda Dantas (PT) como suplentes. “As duas indicações que cabem ao nosso bloco”, disse.

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.