RN ganha dia em homenagem a Marielle Franco
Natal, RN 5 de mar 2024

RN ganha dia em homenagem a Marielle Franco

8 de dezembro de 2023
2min
RN ganha dia em homenagem a Marielle Franco
Foto: Gian Martins / Mídia NINJA

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

A governadora Fátima Bezerra (PT) sancionou nesta sexta-feira (8) uma lei em homenagem a Marielle Franco, vereadora do PSOL no Rio de Janeiro assassinada em 2018.

O Dia Marielle Franco de Enfrentamento à Violência Política contra Mulheres Negras, LGBTQIA+ e Periféricas será celebrado anualmente em 14 de março, dia em que a parlamentar foi morta.

A autora da homenagem é a deputada estadual Divaneide Basílio (PT), que propôs o texto neste ano. Ela é a mesma autora de um outro projeto de lei, na Câmara Municipal de Natal, que instituiu o mesmo dia no calendário do município. 

Quando propôs a lei, Divaneide disse que o mês já era simbólico pelo 8 de março, quando se celebra o Dia Internacional da Mulher, e passou a ser ainda mais por conta de Marielle.

“Perdemos Marielle, mas nós somos sementes, estamos com a memória de Marielle, celebramos a sua história, sua vida e a sua partida deixa uma lacuna, mas deixa uma preocupação com a violência política”, afirmou à época. 

Anualmente, Natal e diversas outras cidades do Brasil costumam fazer atos ou eventos em lembrança à Marielle. Neste ano, por exemplo, a atividade aconteceu na Câmara, numa audiência pública chamada “cinco anos sem justiça”.

A audiência foi proposta pela vereadora Brisa Bracchi (PT), que disse na ocasião que o 14 de março é visto sob duas dimensões: tanto pelo crime que ainda não possui todas as respostas, quanto por ter se transformado em dia de luta contra a violência política de gênero.

"As investigações não nos dão respostas sobre quem matou Marielle. Mas não é só sobre Marielle, mas sobre todas as mulheres na política, especialmente as negras, seja no comentário agressivo, no corte e no tom da fala nesses espaços que não querem que a gente ocupe", disse Brisa.

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.