Maternidade Januário Cicco fica em 6º lugar no Brasil em avaliação
Natal, RN 5 de mar 2024

Maternidade Januário Cicco fica em 6º lugar no Brasil em avaliação

26 de janeiro de 2024
2min
Maternidade Januário Cicco fica em 6º lugar no Brasil em avaliação
Maternidade Escola Januário Cicco UFRN I Foto: Ebserh divulgação

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

No ranking realizado pela plataforma Fala.Br, da Controladoria-Geral da União (CGU), a Maternidade Escola Januário Cicco (MEJC), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, localizada em Natal, aparece como a 6ª instituição federal mais elogiada pelos usuários.

Em 2023, a Ouvidoria da instituição registrou 680 elogios, 17% a mais do que os 581 registrados no ano anterior. Todos os elogios recebidos são repassados para as chefias das áreas correspondentes, que compartilham a informação com a equipe e profissionais envolvidos.

Outro indicativo sobre a Maternidade é que a instituição também ficou entre as dez unidades da Rede Ebserh (Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares) que registraram mais elogios do que reclamações. Foram recebidas 1.304 manifestações de pacientes, acompanhantes, estudantes, alunos, residentes e profissionais de diferentes vínculos que atuam na maternidade em 2023. Desse total, foram registradas 386 reclamações e 29 denúncias, que representam cerca de 32% das manifestações, contra os 680 elogios, 52% do total.

Estamos sempre procurando melhorar a qualidade de nosso atendimento, tanto de forma profissional como humanizada aqui na Maternidade Escola Januário Cicco. Entendemos que esse ranking reflete o esforço diário, individual e coletivo dos colaboradores ao longo do ano. Portanto, esse reconhecimento reforça a nossa atenção e a motivação em cuidar dos usuários e dos acompanhantes que buscam a assistência de nossa Maternidade”, avalia Sonia Maria de Medeiros Barreto, Superintendente substituta da MEJC.

Apenas no ano passado, a MEJC realizou 3.700 partos, 1.700 cirurgias ginecológicas e 1.600 tratamentos em recém-nascidos. Além disso, nesse mesmo período foram realizados 9.580 atendimentos em urgência, 8.200 exames de ultrassonografia no setor de ambulatório, 41.350 consultas médicas especializadas e 1.300 histeroscopias diagnósticas.

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.