13ª Mostra de Cinema e Direitos Humanos tem filme de estudante da UFRN
Natal, RN 24 de mai 2024

13ª Mostra de Cinema e Direitos Humanos tem filme de estudante da UFRN

18 de março de 2024
6min
13ª Mostra de Cinema e Direitos Humanos tem filme de estudante da UFRN
Imagem: Divulgação

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Nessa semana, acontece, em Natal, a 13ª Mostra de Cinema e Direitos Humanos. Na ocasião, que ocorre entre os dias 19 e 22 de março, serão exibidos filmes realizados por profissionais escolhidos por terem relação direta com os temas abordados nas telas, como o racismo e os direitos das mulheres, de pessoas com deficiência, povos indígenas e comunidade LGBTQIAPN+.

Uma dessas produções é o documentário Um Filme de Verão, sob direção da mestra em cinema Jo Serfaty e produção executiva de Julia Motta, doutoranda em Antropologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e que estará presente na exibição do longa nesta quarta (20), em Natal.

O projeto que inspirou o filme iniciou a partir de uma experiência em sala de aula da Jo Serfaty, no bairro periférico Rio das Pedras, no Rio de Janeiro, quando ela dava uma oficina de cinema, parte do projeto Cinema em Movimento. Em uma volta das férias, Serfaty fez a seguinte pergunta aos estudantes: “Como foram as férias?”. A partir desse questionamento, ela começou a elaborar o projeto Diário de Férias.

Nesse momento, Júlia Motta entrou na elaboração do projeto, que durou sete semanas, durante as férias de 2014 e 2015, nos meses de dezembro e janeiro. Foram convidados quatro estudantes e sete artistas. As gravações aconteceram em Rio das Pedras, e a cada semana um artista convidado realizava alguma oficina para estimular a criatividade desses alunos.

A partir daí, a proposta para a elaboração de um filme começou a ser desenhada, com a participação dos jovens estudantes em todo o processo. “A gente foi acompanhando o crescimento deles, pois o Diário de Férias começou em 2014 e a gente terminou de filmar em 2018. Acompanhamos o processo deles até a fase adulta”, relata Motta. Ela ainda elenca as questões que foram surgindo com o crescimento desses jovens, como as descobertas da sexualidade, questionamentos que podem levar ao entendimento da vida por meio da religião, questões da vida da pessoa periférica, a busca pelo trabalho e o pensamento a respeito do futuro.

Motta ainda destaca o desafio de filmar adolescentes, incluindo o contexto de localização, uma vez que, como ela afirma, a produção foi gravada em um bairro dominado pela milícia do Rio de Janeiro. Também houve uma aproximação com as famílias desses jovens, que se faziam presentes no filme e no processo de produção.

Um Filme de Verão foi lançado em janeiro de 2019, na Mostra de Cinema de Tiradentes, e já acumula vários prêmios, como o melhor filme no festival de Barcelona (2020), menção honrosa no festival Mar del Plata, na Argentina (2019), melhor montagem no Prêmio Helena Ignez para montadora Cristina Amaral (2019), dentre outros.

A produção será exibida nesta quarta-feira (20), às 14h, e será seguida por um debate a respeito do filme. A 13ª Mostra é gratuita e acontece no Laboratório de Comunicação (LabCom) do campus central da UFRN.

A Mostra é uma produção do Departamento de Cinema e Vídeo da Universidade Federal Fluminense (UFF-Niterói) e realização do Ministério da Cultura e do Ministério dos Direitos Humanos e Cidadania, e está acontecendo desde dezembro de 2023 em diferentes estados do Brasil.

Confira a programação da 13ª Mostra de Cinema e Direitos Humanos em Natal

DIA 19 (TERÇA):

18:00 Cerimônia e sessão de abertura

Nas Asas da Pan Am ( Brasil, 2020, 115 min, livre)

DIA 20 (QUARTA):

14:00 Programa 3 – Frutos (150 min)

Um Filme de Verão  (Brasil, 2019, 95 min, 14 anos)

Debate

19:00 Programa 1 – Raízes (150 min)

Travessia (Brasil, 2017, 5 min, livre)

Filha Natural (Brasil, 2018-19, 16 min, livre)

Nossa mãe era atriz  (Brasil, 2022, 26 min, 12 anos)

Mãri Hi – A Árvore do Sonho (Brasil, 2023, 18 min, livre)

O que pode um corpo? (Brasil, 2020, 14 min, livre)

A poeira dos pequenos segredos  (Brasil, 2012, 20 min, 14 anos)

Debate

DIA 21 (QUINTA):

14:00 Programa 4 – Frutos 2 (120 min)

Tesouro Quilombola (Brasil, 2021, 23 min, livre)

Mutirão, O Filme (Brasil, 2022, 10 min, livre)

Cósmica  (Brasil, 2022, 7 min, livre)

O Pato (Brasil, 2022, 11 min, 14 anos)

Debate

19:00 Programa 2 – Sementes (150 min)

Ribeirinhos do Asfalto (Brasil, 2011, 26 min, livre)

Adão, Eva e o Fruto Proibido (Brasil, 2021, 20 min, 14 anos)

Nossos espíritos seguem chegando (Brasil, 2021, 15 min, livre)

Me farei ouvir (Brasil, 2022, 30 min, 10 anos)

Escrevivência e Resistência: Maria Firmina dos Reis e Conceição Evaristo (Brasil, 2021, 26 min, livre)

Debate

DIA 22 (SEXTA):

19:00 Sessão Homenagem (102 min)

A Bolsa ou a Vida (Brasil, 2021, 102 min,10 anos)

Sinopse de Um Filme de Verão

Durante o verão, Karol, Junior, Ronaldo e Caio estão no último mês das aulas em uma escola pública, no Rio de Janeiro. Quando as férias chegam, a temperatura alcança 40 graus. Imersos nos fios emaranhados que cobrem o céu da favela e os súbitos apagões, estes quatro jovens enfrentam as incertezas da vida adulta e se reinventam diante da crise da cidade. "Um filme de verão" apresenta um mosaico híbrido desta juventude que encontram espaço através do cinema.

Sobre a diretora: Jo Serfaty é mestre em cinema pela UFF e tem pós-gradução em roteiro pela PUC. Há dois anos é a única brasileira a integrar a comissão de seleção de fundos de documentário de Sundance e também é tutora do DOC SP. Atualmente, desenvolve o roteiro de seu próximo longa de ficção, "Borda do Mundo".

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.