RN inicia vacinação contra a influenza no próximo dia 18
Natal, RN 25 de mai 2024

RN inicia vacinação contra a influenza no próximo dia 18

9 de março de 2024
3min
RN inicia vacinação contra a influenza no próximo dia 18
Imagem: José Cruz/Agência Brasil

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

A campanha de imunização contra a influenza é tradicionalmente iniciada em maio. Porém, este ano, ela foi antecipada e começa no próximo dia 18 de março, quando o Rio Grande do Norte inicia o trabalho de vacinação dos grupos prioritários, com mais de 360 mil doses disponíveis neste primeiro lote para atender a esses grupos.

Os imunizantes já chegaram ao RN e começam a ser distribuídos pela Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) às seis unidades regionais no interior, onde os municípios já começaram a recolher seus lotes desde a sexta-feira (08).

A data escolhida para iniciar a vacinação antecipa em uma semana a data sugerida pelo Ministério da Saúde, que é 25 de março. “Foi pactuado na Câmara Técnica da Vacinação a antecipação da campanha de Influenza 2024 tendo em vista que estamos vivenciando um período de maior circulação dos vírus, e a vacinação é considerada a melhor estratégia de prevenção contra a influenza, possuindo a capacidade de promover imunidade reduzindo o agravamento da doença, as internações e o número de óbitos”, destacou a coordenadora do Programa Estadual de Imunização, Laiane Graziela.

A previsão é de que até o próximo dia 15, todas as 167 cidades potiguares estejam com suas vacinas estocadas e prontas para aplicação.

A vacina utilizada na campanha é a trivalente, que protege contra os principais vírus da influenza em circulação no Brasil e pode ser aplicada em conjunto com outros imunizantes do Calendário Nacional de Vacinação. Em 2023, foram aplicadas cerca de 961 mil doses da vacina contra a influenza no RN.

Confira os grupos prioritários

- crianças de 6 meses a menores de 6 anos 

- trabalhador da saúde

- gestantes

- puérperas

- professores do ensino básico e superior

- povos indígenas

- idosos com 60 anos ou mais

- pessoas em situação de rua

- profissionais das forças de segurança e salvamento

- profissionais das Forças Armadas

- pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais independentemente da idade

- pessoas com deficiência permanente

- caminhoneiros

- trabalhadores de transporte coletivo rodoviário para passageiros urbanos e de longo curso

- trabalhadores portuários

- população privada de liberdade e funcionários do sistema de privação de liberdade, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas.

É importante destacar que crianças que vão receber o imunizante pela primeira vez devem tomar duas doses, com um intervalo de 30 dias.

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.