General Girão analisa entrar na Justiça contra o programa Pé-de-Meia
Natal, RN 26 de mai 2024

General Girão analisa entrar na Justiça contra o programa Pé-de-Meia

19 de abril de 2024
3min
General Girão analisa entrar na Justiça contra o programa Pé-de-Meia

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Em entrevista à jornalista Anna Ruth Dantas, na rádio 94 FM, o deputado federal General Girão (PL) criticou o programa Pé-de-Meia, do Ministério da Educação (MEC), afirmando ser totalmente contra e que ficou triste com a “festa” de lançamento do mesmo em Natal. Girão também disse que está analisando entrar na Justiça contra o programa federal.

“Estamos avaliando com o PL (Partido Liberal) de entrar junto à Procuradoria Geral e ao Tribunal Superior Eleitoral contra esse programa. Porque pra mim é um programa essencialmente eleitoreiro, que não tava no orçamento e foi colocado neste ano, um ano eleitoral”, disse o deputado.

Girão também questionou as escolhas do MEC para distribuir os investimentos na área da educação. “Garantir recursos para os alunos de 16 a 18 anos, durante três anos, podendo chegar até R$ 9 mil. Não é possível aceitar a criação de um programa desses. Ele está tirando o dinheiro das creches. Ele reduziu o recurso das creches. É inaceitável. É vergonhoso. E a gente sabe que os pagamentos não vão acontecer. Porque não tem dinheiro. Ele tá dizendo que não vai ter dinheiro para pagar o servidor público”, criticou.

Programa beneficia mais de 60 mil estudantes potiguares

O Pé-de-Meia pode beneficiar mais de 60 mil estudantes potiguares, com um investimento previsto de R$ 171 milhões em 2024. A estimativa considera o Censo Escolar 2022. O número definitivo será atualizado após apuração das matrículas de 2024 e atualização da base do Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).

Durante lançamento do programa em Natal, o ministro da Educação, Camilo Santana, disse que o governo federal reforçou os investimenos na pasta.

“Aumentamos o orçamento do MEC em 31% quando comparado a 2022. Foi isso que permitiu aumentar o repasse para a alimentação escolar, que há seis anos não tinha um aumento, para o programa de transporte escolar, para as bolsas de pesquisas das universidades, assim como reestruturar o orçamento dos institutos federais e das universidades e retomar obras importantes que estavam paradas”, explicou.

Sobre o programa Pé-de-Meia

O Pé-de-Meia é um programa de incentivo financeiro-educacional, na modalidade de poupança, destinado a promover a permanência e a conclusão escolar de estudantes matriculados no ensino médio público.

O programa prevê o pagamento de incentivo mensal de R$ 200, que podem ser sacados em qualquer momento, mais depósitos de R$ 1.000 ao final de cada ano concluído, que o estudante só pode retirar da poupança após se formar no ensino médio. Considerando as dez parcelas de incentivo, os depósitos anuais e, ainda, o adicional de R$ 200 pela participação no Enem, os valores chegam a R$ 9.200 por aluno.

O público-alvo são estudantes de 14 a 24 anos, de baixa renda, matriculados no ensino médio regular das redes públicas, pertencentes a famílias inscritas no Programa Bolsa Família; e estudantes de 19 a 24 anos, de baixa renda, matriculados na educação de jovens e adultos (EJA), pertencentes a famílias inscritas no Programa Bolsa Família.

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.