Servidores do IFRN realizam passeata pela educação na quinta-feira, 25
Natal, RN 21 de mai 2024

Servidores do IFRN realizam passeata pela educação na quinta-feira, 25

24 de abril de 2024
4min
Servidores do IFRN realizam passeata pela educação na quinta-feira, 25
Atividade é organizada por servidores em greve do IFRN campus Natal - Zona Norte. Imagem: cedida.

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Em greve, os servidores do Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN), campus Natal - Zona Norte, realizam uma passeata pela educação nesta quinta-feira (25), com concentração a partir das 14h30. De acordo com o Sindicato Nacional dos Servidores Federais na Educação Básica, Profissional e Tecnológica (Sinasefe) seção Natal, a atividade acontece pois, até o momento, o governo federal não apresentou propostas que atendam às reivindicações das categorias.

Na ocasião, a comunidade escolar sai em caminhada às 15h30 do campus Zona Norte do IFRN em direção às imediações do Partage Norte Shopping, onde acontece um panfletaço.

Felipe Morais de Melo é servidor sindicalizado no Sinasefe e integra o comando local de greve no IFRN campus Natal - Zona Norte. Ele conta que a motivação principal da passeata é tornar visível que o instituto está em greve. “É para que as pessoas saibam que o IFRN está em greve, tornar visível e explicar o movimento para as pessoas que ouvirem, que estiverem ali por onde a gente passar”, explica.

Melo ainda ressalta que a educação federal em greve está “aproveitando a possibilidade de diálogo e as mesas de negociação que estão abertas, já que nos últimos governos não havia nem um espaço para diálogo e as categorias da educação – técnicos(as), professores(as) – eram demonizados”, explica, pontuando a importância dos movimentos de rua nesse momento:“É para mostrar essa força”.

“Espera-se que seja um movimento cheio. A gente está dialogando com servidores e servidoras dos campi da região metropolitana [...] para ver se as pessoas podem se juntar”, conta Melo. “A ideia é fazer refletir um movimento tão grande. Somos mais de 480 unidades paralisadas no Brasil, então o movimento de rua pretende refletir essa força do movimento paredista”.

Assembleia Geral do Sinasefe Natal

Também na quinta (25), às 09h, os servidores do Sinasefe seção Natal se reúnem em assembleia geral extraordinária que vai analisar as propostas do governo federal para a categoria apresentadas em reunião que ocorreu na última sexta (19). Também haverá a eleição de delegados para a 190ª Plenária Nacional do sindicato, que será realizada no dia 26 (sexta-feira), a partir das 8h, de modo híbrido, sendo remoto via plataforma Zoom e presencialmente em Brasília (DF).

Servidores do IFRN em greve

A decisão dos servidores do IFRN de aderir ao movimento grevista faz parte de uma agenda de lutas nacional das instituições federais de ensino. No último dia 08, o IFRN recomendou a suspensão do calendário acadêmico de 2024 em todos os seus 22 campi. De acordo com Fernando Varella, coordenador geral do Sinasefe/Natal, a categoria luta por reajuste salarial, pela reestruturação das carreiras e pelo "revogaço" das medidas do governo do ex-presidente Jair Bolsonaro.

Os servidores também pedem uma recomposição salarial de 34,22% para os técnicos da carreira do Plano de Carreira dos Cargos Técnico-Administrativos em Educação (PCCTAE) e 22,71% para os docentes da carreira do Ensino Básico, Técnico e Tecnológico (EBTT).

Em tentativa de pôr fim à greve nas instituições federais de ensino, o governo federal apresentou uma nova proposta de reajuste para professores e técnicos administrativos em reunião que aconteceu nesta sexta-feira (19), em Brasília (DF).

A proposta apresentada pelo governo federal é de reajuste salarial de 9% para janeiro de 2025 e 3,5% para maio de 2026, mas ainda sem previsão de reajuste salarial para este ano, por falta de espaço orçamentário, segundo o governo. Antes, a proposta era de reajuste de 9%, sendo 4,5% em 2025 e 4,5% em 2026.

Nesta semana, as bases sindicais estão avaliando a  proposta do governo para discutir se a greve continua ou não.

Saiba+

Em greve, Instituições Federais de Ensino avaliam nova proposta do governo

Após greve, IFRN recomenda suspensão do calendário acadêmico de 2024

Greve IFs: Servidores querem revogação de medidas do Governo Bolsonaro

As mais quentes do dia

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.