TRANSPARÊNCIA

Secretárias da Prefeitura de Extremoz foram beneficiadas com Auxílio Emergencial

Prefeitura de Extremoz I Imagem: Política em Foco/ Anna Ruth Dantas

Apesar de fazerem parte da equipe do primeiro escalão da Prefeitura de Extremoz, a secretária adjunta de Articulação de Extremoz (SMA), Dalliany Tavares da Silva, e a secretária de Defesa e Guarda do Patrimônio Público de Extremoz (SMDGPP), Lidiane Caridade Souza, foram beneficiados com o pagamento de Auxílio Emergencial durante a pandemia da covid-19. A informação foi noticiada, anteriormente, pelo jornal Diário do RN.

A0 acessar o Portal da Transparência da Controladoria Geral da União (CGU), a Agência Saiba Mais verificou que, no caso de Lidiane, outros auxílios também já vinham sendo pagos desde 2015. Entre outubro de 2015 e junho de 2016 ela recebeu R$ 112 mensalmente através do Programa Bolsa Família.

Já a partir de julho de 2016 até junho de 2018 ela foi beneficiada pelo mesmo programa com R$ 128 mensais. A partir de julho de 2018 até maio de 2019, passou a receber R$ 130. O valor subiu para R$ 253 entre junho e novembro de 2019; depois o benefício baixou para R$ 212 de dezembro de 2019 a fevereiro de 2020; baixa novamente para R$ 171 entre março de 2020 e outubro de 2021.

Apenas no período citado acima, a secretária de Defesa e Guarda do Patrimônio Público de Extremoz teria recebido R$ 10.988 somente do Bolsa Família. Mas, ela também foi beneficiada com o Auxílio Emergencial e recebeu R$ 1.200 mensais entre abril e agosto de 2020 e R$ 429 entre setembro e dezembro do mesmo ano, num total de R$ 7.716,00.

Além desses, Lidiane Caridade Souza também aparece como beneficiária do Auxílio Brasil, recebendo três parcelas de R$ 198 entre novembro de 2021 e janeiro de 2022, e mais duas parcelas de R$ 273 em fevereiro e março do ano passado, num total de R$ 1.140,00. Na Prefeitura de Extremoz, a secretária tem um salário de R$ 4.333,33, de acordo com o Portal da Transparência do município. Com os descontos de R$ 656,01 em folha, o salário líquido de Lidiane é de R$ 3.67732.

Apesar de estar cadastrada como beneficiária do Auxílio Emergencial entre abril de 2020 e maio de 2021, a secretária adjunta de Articulação de Extremoz, Dalliany Tavares da Silva, devolveu ao governo federal as parcelas de abril, maio, julho, agosto e setembro de 2020 no valor de R$ 600, cada.

Mas, não há observação nesse sentido quanto às parcelas referentes a outubro, novembro e dezembro de 2020, no valor de R$ 300 cada uma, além de uma parcela de R$ 150 de maio de 2021. Uma parcela de R$ 300 de abril de 2021 também foi devolvida à União. Ao todo, Dalliany foi beneficiada com R$ 4.500,00 através do Auxílio Emergencial. Ela tem um salário de R$ 6.666,67 como secretária adjunta, mas com os descontos de R$ 1.509,15, sua remuneração final é de R$ 5.157,52 mensais.

A Agência Saiba Mais tentou contato com a Prefeitura de Extremoz através do telefone disponibilizado em seu site, mas nossas ligações não foram atendidas.

Clique para ajudar a Agência Saiba Mais Clique para ajudar a Agência Saiba Mais
Artigo anteriorPróximo artigo