“Tornamos a Casa do Povo”: Feminista Rayssa Aline toma posse como vereadora em Currais Novos
Natal, RN 22 de abr 2024

“Tornamos a Casa do Povo”: Feminista Rayssa Aline toma posse como vereadora em Currais Novos

19 de maio de 2023
“Tornamos a Casa do Povo”: Feminista Rayssa Aline toma posse como vereadora em Currais Novos

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Dez dias após o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) cassar um vereador de um partido que havia cometido fraude à cota de gênero nas eleições de 2020 em Currais Novos, a petista e feminista Rayssa Aline tomou posse do novo cargo nesta sexta-feira (19). Para a parlamentar, o momento foi emocionante, com direito a uma posse popular na rua.

“Quando eu cheguei na Câmara já estava lotado de muitas pessoas, muitos movimentos sociais, muitas representações. Nosso auditório ficou lotado. As pessoas vibravam a todo momento”, lembra. 

“Foi algo que de fato eu senti ali que não era só Raysse tomando posse, são muitas pessoas, muitos sonhos que a gente carrega, muitos movimentos que estão junto conosco e são esses movimentos, é o povo que tomava posse dessa cadeira”, comenta.

Rayssa recebeu 479 votos na eleição e chega para ser a terceira integrante da bancada do PT na Câmara de Currais Novos, ao lado do professor Jorian Santos e Mattson Ranier, em uma cidade já administrada pelo petista Odon Júnior como prefeito. 

Na cerimônia, diz a parlamentar, houve uma sessão extraordinária com fala do presidente da Casa, abertura e finalização com discurso de posse. 

O público presente não tinha direito à fala. A solução foi montar uma caixa de som em frente ao prédio e fazer uma cerimônia popular com espaço aberto. Ali, foram ouvidos discursos de integrantes do movimento feminista, de juventude, das religiões de matriz africana, além de ativistas da juventude, quilombolas e pessoas da agricultura familiar.

“Foi uma representatividade gigantesca. E essas pessoas foram lá na frente da Câmara e com esse som começaram a fazer seus discursos já que não era permitido na sessão”, explica.

Para a petista, a Câmara de fato se tornou a Casa do Povo.

“Tem um ditado que diz que quando abrem as portas pra gente, a gente vai lá, dá um chute e entra mesmo assim. A minha sensação da posse é isso, porque logo após a posse popular, o povão entrou na Câmara e tinha um almoço para o pessoal. Todo mundo ficou almoçando na Câmara. Ou seja, tornamos a Casa do Povo de fato”, aponta.  

Saiba mais

TSE reconhece fraude do DEM em Currais Novos e Rayssa Aline assume vaga pelo PT com 1 ano e meio de mandato pela frente

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.