Piso dos professores em Mossoró (RN) é maior que o definido pelo MEC
Natal, RN 16 de abr 2024

Piso dos professores em Mossoró (RN) é maior que o definido pelo MEC

26 de fevereiro de 2024
3min
Piso dos professores em Mossoró (RN) é maior que o definido pelo MEC
Foto: arquivo Prefeitura Municipal de Mossoró (Secom)

Ajude o Portal Saiba Mais a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

A partir de agora, o piso dos professores em Mossoró passa a ser R$ 5.532,14 para a carga horária de 40 horas semanais. O valor, cujo pagamento é retroativo a 1º de janeiro deste ano, é maior do que o piso nacional da categoria (R$ 4.580,57), que em 31 de janeiro deste ano foi atualizado pelo Ministério da Educação (MEC) com um reajuste de 3,62%.

Saiba +

Professores de Natal correm risco de ficar sem reajuste em 2024

Sindicato reclama de silêncio sobre piso dos professores para 2024

Governo e Prefeitura vão avaliar reajuste do piso dos professores

Governo do Estado adia pagamento da 11ª parcela do piso do magistério

O prefeito de Mossoró, Allyson Bezerra, sancionou na última sexta (23) o reajuste de 3,62% para a categoria em 2024, mesma porcentagem definida pelo MEC. Segundo o Executivo, durante os quatro anos da atual gestão, os professores vão obter um aumento total de 37,29% para a categoria.

"O professor de Mossoró agora tem salário 100% em dia, calendário de pagamento e reajuste em dia!", comentou Allyson Bezerra em suas redes sociais.

Enquanto isso, em Natal a negociação continua parada. Pelo acordo fechado entre a Prefeitura do Natal e o Sindicato dos Trabalhadores em Educação da Rede Pública do Rio Grande do Norte (Sinte/RN) em 2023, o município primeiro vai concluir o pagamento dos meses retroativos do reajuste de 7% do ano passado, para só então iniciar nova negociação. Porém, como o pagamento dos meses retroativos só deve ser concluído em abril, as chances de negociar e implantar o reajuste de 3,62% anunciado pelo Ministério da Educação (MEC) para 2024 a tempo são bem baixas. Segundo o Sinte, um novo encontro entre a categoria e a Secretaria Municipal de Educação ocorrerá apenas em abril. 

No caso do Governo do Estado, a Secretaria de Estado da Educação, da Cultura, do Esporte e do Lazer reafirmou recentemente que o impacto para a implantação do reajuste do piso dos professores está sendo analisado pela equipe econômica. De acordo com o Sinte/ RN, uma assembleia com a categoria já foi agendada para o início de março para tentar acelerar as negociações.

Lembre

Pelo reajuste do piso do magistério anunciado pelo MEC em 31 de janeiro, o salário dos professores passaria dos atuais R$ 4.420,55 para R$ 4.580,57, no caso das jornadas de 40 horas semanais. Porém, como os salários são pagos pelas redes de ensino locais, cada estado e município precisa oficializar o novo valor por meio de uma norma própria, assim, o aumento não é automático.

Apoiar Saiba Mais

Pra quem deseja ajudar a fortalecer o debate público

QR Code

Ajude-nos a continuar produzindo jornalismo independente! Apoie com qualquer valor e faça parte dessa iniciativa.

Quero Apoiar

Este site utiliza cookies e solicita seus dados pessoais para melhorar sua experiência de navegação.